Criciúma: Crescimento e Prosperidade na Construção Civil

Criciúma é a quinta cidade mais populosa do estado de Santa Catarina, com mais de 209 mil habitantes. A cidade é polo industrial em diversos setores como confecção, embalagens, cerâmico, plástico, metal mecânico, extração do carvão mineral e construção civil. Sem dúvida, destaque-se a extração de carvão como uma marca da cidade, apelidada inclusive como “capital brasileira do carvão”.

Alto Índice de Desenvolvimento Humano

Com um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), calculado em 0,788 em 2010, Criciúma tem crescido ano após ano em obras públicas, escolas, hospitais, espaços públicos, e também obras privadas, comércios, shoppings, empreendimentos imobiliários, entre outros.

Setor de máquinas pesadas

A cidade tem sido uma das principais contratantes no mercado de locação de retroescavadeiras em Santa Catarina, uma ótima oportunidade para os empreendedores do setor de máquinas pesadas. Prova da realidade deste mercado da cidade, é a presença de empresas na própria cidade de Criciúma, focadas na venda de peças, e outras focadas na manutenção e mecânicas de máquinas pesadas. Como por exemplo, a Gamape e a Retrocril.

Uma história negativa

Do lado negativo dessa história, podemos contar o ocorrido com a empresa do setor imobiliário Criciúma Construções, que após se tornar a maior empresa do ramo de toda a região sul do Brasil, acabou entrando em recuperação judicial devido a altas divida (quase R$ 1 bilhão), deixando milhares de  trabalhadores da empresa em situação difícil, já que muitos não receberam seus direitos trabalhistas após o encerramento da empresa.

O melhor ainda está por vir

Apesar do ocorrido com a Criciúma Construções, essa não é a realidade da maioria dos negócios de Criciúma, como apresentamos na primeira parte deste artigo. A cidade é tem a economia cada vez mais forte, com ótimas oportunidades de negócios, sobretudo na indústria e construção civil, preparam as máquinas, os tratores, os guindastes, as escavadeiras e as retroescavadeiras, pois o melhor ainda está por vir!